Brasil
VLibras O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

As audiências públicas para a desestatização da CODESA estão previstas para outubro deste ano, segundo afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, na semana passada, em Brasília, durante balanço do primeiro semestre de 2020. “Estamos trabalhando firmes na desestatização do Porto de Vitória. O material vai estar pronto para disponibilização de consulta pública, provavelmente, em outubro”, destacou.

O Ministério da Infraestrutura aguarda apenas a finalização dos estudos sobre o modelo de concessão para então submetê-lo à audiência pública, quando serão os ouvidos a sociedade, os trabalhadores e o setor produtivo. O leilão da CODESA deve acontecer até o final do primeiro semestre de 2021. Após Vitória, a desestatização acontecerá nos portos paulistas de Santos e São Sebastião e no catarinense de Itajaí.

“Nosso foco não é arrecadação. É gerar investimento, melhorar o serviço para o usuário, fazer a diferença na vida das pessoas, melhorar a percepção do que é infraestrutura, aumentar nossa competitividade, reduzir o custo Brasil e, sobretudo, gerar emprego”, explicou o ministro.

 

06/07/2020

Coordenação de Comunicação da CODESA

Galeria

VTMIS

Conheça o Sistema de Informação e Gerenciamento do Tráfego de Embarcações (VTMIS)

Acesse agora
Video

Saiba mais sobre o Porto de Vitória