Brasil
VLibras O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

A CODESA assinou, na terça-feira (21), o termo de posse (assunção) com o Consórcio Navegantes Logística relativo ao contrato da Área Vix 30 para implantação do Terminal de Granéis Líquidos (TGL) em Capuaba, Vila Velha. Isso significa que o Porto de Vitória já passa a receber pelo arrendamento da área, segundo informou o diretor de Planejamento e Desenvolvimento da CODESA, Bruno Fardin.

O consórcio Navegantes, formado pelas empresas Raízen, Ipiranga e BR Distribuidora, arrematou a proposta de implantação do TGL em leilão realizado na Bolsa de Valores de São Paulo – B3, em março do ano passado, por R$ 165 milhões. O arrendamento será por 25 anos e os investimentos serão da ordem de R$ 128 milhões. O consórcio ainda deverá cumprir todas as exigências dos órgãos ambientais para iniciar as obras, incluindo audiências públicas com a comunidade do entorno de Capuaba.

O TGL será destinado à armazenagem e movimentação de combustíveis – diesel, gasolina, álcool e biodiesel – que serão drenados de navios do novo Cais de Atalaia, seguindo por dutos até a armazenagem estática (tancagem) com capacidade para 88.707 m³. O terminal ocupará área de 74,1 mil m². A expectativa é que sejam gerados 450 empregos diretos e indiretos durante a implantação, e 300 diretos e indiretos no início das operações.

“O TGL vai atender ao mercado de combustíveis regional, que há tempos pedia uma obra desse porte, e tem uma capacidade de movimentação próxima de 1 milhão de toneladas por ano. Uma das vantagens para a sociedade é dar fim a possíveis crises de abastecimento de combustíveis no estado”, destacou Bruno Fardin.

 

Coordenação de Comunicação da CODESA

Galeria

VTMIS

Conheça o Sistema de Informação e Gerenciamento do Tráfego de Embarcações (VTMIS)

Acesse agora
Video

Saiba mais sobre o Porto de Vitória